Acústica de Edifícios (Parte 1) – Conceitos, Legislação e Métodos de Verificação

Sinopse
O ruído é visto pela Organização Mundial de Saúde como um problema de saúde publica. Existem numerosos estudos que demonstram que o excesso de ruído afeta a saúde mental do ser humano [OMS,1999]. Em 1972, no Congresso do Meio Ambiente organizado pelas Nações Unidas em Estocolmo, o ruído foi pela primeira vez considerado um agente contaminante (Frees, 2006). Atualmente o ruído é considerado uma forma importante de contaminação ambiental e uma clara manifestação de má qualidade de vida. As consequências negativas da contaminação acústica ambiental, tanto de ordem fisiológica como de ordem psicológica, afetam cada vez maior numero de pessoas em particular os habitantes das grandes cidades. Por essa razão, os países mais industrializados, desenvolveram mecanismos para proteger o ser humano dos elevados níveis de ruído que por vezes está sujeito, seja no seu período de trabalho, seja nos seus períodos de descanso – incluindo quando este se encontra dentro de sua própria casa. Um desses mecanismos foi o aparecimento de leis, com o intuito de minimizar a exposição do ser humano aos ruídos ambiental, industrial e laboral; outro mecanismo foi a obrigatoriedade de se realizar um levantamento do estado ruidoso das cidades – mapas de ruído – de modo a permitir ás autoridades ambientais estudar soluções adequadas para minimizar o ruido e assim melhorar o nível de vida das populações. Competência de saída A principal competência de saída deste curso é saber avaliar um projeto de acústica de edifícios, á luz da legislação nacional sobre este assunto. Outras competências serão ser adquiridas, tais como ser capaz de realizar ensaios de medição de índices de isolamento e avaliação de níveis sonoros, e compreender como resolver alguns problemas de isolamento sonoro e melhoria acústica de espaços interiores.
Destinatários
Membros e não membros. Engenheiros e arquitetos não especializados em engenharia acústica, mas interessados em desenvolver e realizar projetos de acústica de edifícios. Técnicos municipais responsáveis pela análise e aprovação dos projetos de acústica, assim como pela verificação final da cumprimentos da legislação sobre acústica de edifícios.
Conteúdos programáticos
 Sessão 1 –  INTRODUÇÃO AO TEMA E LEGISLAÇÃO 1.1        A importância do estudo da acústica 1.2        Legislação sobre Acústica Ambiental 1.3        Legislação sobre Acústica dos Edifícios Sessão 2 – SISTEMA AUDITIVO HUMANO 2.1        Constituição e Mecanismo da Audição 2.2        Efeitos do ruído no corpo humano 2.3        Proteções contra o Ruído Sessão 3 – ACÚSTICA AMBIENTAL OU RUÍDO AMBIENTE 3.1        Níveis sonoros admissíveis 3.2        Classificação de zonas acústicas nos municípios 3.3        Mapas de Ruído em Portugal 3.4        Medição do ruído ambiente 3.5        Medidas para correção do ruido ambiente Sessão 4 –  CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA ACÚSTICA (1) 4.1        Propagação do som 4.2        Intensidade e potência sonora 4.3        O que é o nível sonoro Sessão 5 –  CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA ACÚSTICA (2) 5.1        Frequência sonora e bandas de frequência 5.2        Curvas de ponderação sonora 5.3        Análise de níveis sonoros no tempo Sessão 6 – CORRECÇÃO ACÚSTICA DE ESPAÇOS INTERIORES (1) 6.1        Exigências da legislação atual sobre absorção sonora 6.2        Absorção sonora e sua determinação 6.3        Tempo de reverberação e sua medição 6.4        Fórmulas de previsão do Tr Sessão 7 – CORRECÇÃO ACÚSTICA DE ESPAÇOS INTERIORES (2) 7.1        Materiais e sistemas absorventes sonoros 7.2        Materiais porosos e fibrosos 7.3        Membranas e painéis absorventes 7.4        Ressoadores Sessão 8 – ISOLAMENTO ACÚSTICO (1) 8.1         Exigências da legislação atual sobre isolamento sonoro 8.2         Sons aéreos e sons de percussão 8.3         Isolamento Sonoro a ruídos aéreos 8.4         Índices de Isolamento sonoro 8.5         Ensaios de verificação da cumprimento Sessão 9 – ISOLAMENTO ACÚSTICO (2) 9.1        Causas dos sons de percussão nos edifício 9.2        Índice de isolamento sonoro a sons de precursão 9.3        Materiais e métodos de isolamento 9.4        Ensaios de verificação do cumprimento Sessão 10  – INSTRUMENTOS E TÉCNICAS DE MEDIÇÃO 10.1       Microfones e Sonómetros 10.2       Fontes Sonoras 10.3       Normas de medição 10.4       Câmaras acústicas (reverberantes e anecoicas)
Observações
Idioma: Português  

Se pretender ficar em lista de espera, por favor registe-se aqui

Partilhe a engenharia que há em tudo o que há
Poderá gostar também...

Acompanhe as nossas notícias em HáEngenharia.pt